Casais e a organização financeira

Problemas financeiros é um dos maiores motivos (não são os únicos) para a separação dos casais. Por isso, para os casais é fundamental organizar a vida financeira em conjunto, afinal, o casamento é uma parceria e ambos enfrentam os problemas juntos.
 
E quando digo organizar a vida financeira juntos é fazendo um planejamento do casal e também um planejamento individual. Casais jovens, ou que estão começando a jornada juntos, tem uma oportunidade desde cedo de se unir para o planejamento financeiro evitando problemas no futuro. Sendo assim seguem algumas dicas para melhorar a organização financeira do casal.
 
Comunicação
A comunicação é ideal para qualquer relacionamento. Isso é um dos maiores lemas para os casais, e mais ainda em relação à organização financeira. Dinheiro é um assunto delicado, muitas vezes difícil de abordar, mesmo entre os parceiros.
 
Porém, para que haja alguma chance de organização e planejamento é preciso que haja uma comunicação forte e em via dupla. Compartilhar qual o volume da renda a renda, e as despesas comuns, com o parceiro é fundamental para a organização, e além de ser um exercício de controle financeiro, é uma forma de fortalecer a relação.
 
Estabelecendo metas em conjunto
Uma vez que o canal de comunicação esteja aberto, é preciso que ambos discutam quais são as suas metas (comuns e pessoais). Por exemplo, se o objetivo for a compra de um imóvel próprio, é possível se planejar e organizar as finanças para determinar até quanto tempo essa meta será cumprida, e quanto dinheiro será guardado até que isso seja feito.
 
Nesse momento, é preciso encontrar o equilíbrio e começar a pensar como uma equipe. Por exemplo, um dos parceiros pode ver o carro como uma despesa desnecessária, mas o outro pode precisar usá-lo para o trabalho ou para o transporte de futuros filhos. É preciso haver um equilíbrio e o reconhecimento dos problemas do parceiro.
 
Fazendo um controle conjunto de gastos
Com os pontos anteriores acertados, fica muito mais fácil chegar ao próximo passo mais importante. O controle financeiro conjunto dos gastos diários. Não há necessidade de tomar medidas extremas, exceto em casos de emergências, que é exatamente o que se procuramos evitar.
 
Mas é importante estabelecer projetos financeiros para diversos objetivos (curto, médio e longo prazo). Seguindo o exemplo, pode-se alocar uma parte da renda do casal para comprar, ou dar entrada, em um imóvel. Outra parte fica para a aposentadoria de cada um, certa parte fica para o gasto com futuros filhos, e uma vez que os aspectos mais fundamentais estejam cobertos, uma parte pode ser reservada para a recreação, seja ela qual for.
 
Assim, cada gasto é alocado em uma categoria, e o casal se polícia em conjunto para não ultrapassar nenhum limite. No início, isso pode ser um pouco difícil, mas com o tempo passa a ser automático. Além de uma forma de organizar as finanças, ainda ajuda bastante a economizar, pois fica mais fácil reconhecer onde são feitos os maiores gastos.
 
Facilite a sua vida
Fazer essa organização dá trabalho, mas o resultado é gratificante. Quando há filhos no processo as despesas são maiores. É fundamental fazer essa organização de forma eficiente. Por isso, um gerenciador financeiro online ajuda a fazer isso de forma muito clara, simples e intuitiva. O casal irá facilmente conhecer os seus limites e quão próximos estão de seus objetivos.
 
A organização financeira é fundamental para um casal, não somente para manter o relacionamento positivo, mas para garantir que ambos irão cumprir seus objetivos e ter a qualidade de vida que eles e seus filhos merecem.
 
Então mãos à obra e organize sua vida financeira para conseguir alcançar os objetivos de sua família com qualidade de vida.
 
Autor: Marcelo dos Santos Zaché

Mais publicações